Tamanho do texto

Motivado pela cena de um filme pornô, o chinês de 36 anos decidiu colocar as pequenas bolas magnéticas, de cinco milímetros cada, dentro de seu pênis

Os médicos precisaram retirar todos os 34 ímãs que estavam presas na bexiga do homem, que as enfiou no pênis
Reprodução/Daily Mail
Os médicos precisaram retirar todos os 34 ímãs que estavam presas na bexiga do homem, que as enfiou no pênis

Um homem de 36 anos, cujo nome não foi divulgado, teve que passar por um procedimento cirúrgico depois que exames detectaram 34 pequenos ímãs, de formato esférico, dentro de sua bexiga. Segundo informações do portal britânico Daily Mail , o chinês colocou as esferas uma a uma dentro de seu pênis enquanto assistia a um filme pornográfico.

Leia também: Cotonete preso há dois anos em ouvido é retirado com procedimento delicado

O caso aconteceu no norte da China, no distrito de Xushui, e foi descoberto pelos médicos somente dois dias após o homem inserir os ímãs no pênis , porque ele começou a sentir dores e dificuldade para urinar. O chinês, então, procurou o hospital Baoding 252 dia 12 de maio, onde foi atendido pelo especialista Han Gang e foi submetido a um exame de raio-x.

Conforme disse em entrevista, o médico responsável ficou muito chocado quando os resultados incomuns dos exames mostraram o que havia na bexiga do paciente: duas tiras de ímãs alinhadas dentro do órgão.

Questionado sobre a origem dos objetos, que mediam cinco milímetros de diâmetro cada, o homem explicou que só fez aquilo porque estava tentando se excitar sexualmente.

Segundo o chinês, ele estava assistindo a um filme pornográfico no qual um dos atores coloca pequenas bolas magnéticas dentro do órgão genital, e inspirado pela cena, decidiu copiá-la em casa. Seu objetivo era conseguir retirar a fileira de ímãs com outros objetos de atração magnética, mas seu plano deu errado e ele ficou com as esferas dentro de si.

Leia também: Pacientes encontram rato em hospital público em Brasília; assista ao vídeo

Procedimento para remover os ímãs da bexiga

Presas na bexiga, as bolas precisaram ser removidas por meio de uma operação liderada pelo cirurgião Chen Yudong. O especialista explicou que ele e a equipe decidiram utilizar um fórceps para corpos estranhos, para minimizar a dor e prevenir quaisquer incisões desnecessárias, e foi assim que a bexiga do paciente se livrou dos objetos magnéticos.

Eles foram retirados um a um através da uretra , e o procedimento foi considerado um sucesso. O homem ficou internado por mais três dias e, em seguida, recebeu alta médica, mas a situação poderia ter terminado de uma maneira completamente diferente.

Segundo o médico Yudong, corpos estranhos presos na bexiga podem causar problemas graves, como perfurações, inchaços e até mesmo uma pielonefrite, infecção renal que pode ser fatal. Por isso, pacientes com problemas semelhantes devem se dirigir a um centro médico o mais rápido possível.

Leia também: Após perder orelha em acidente de carro, soldado ganha novo órgão no braço

E esta não foi a primeira vez que alguém decidiu colocar ímãs dentro do pênis : em agosto do ano passado, um menino de 11 anos, também na China, colocou 26 objetos magnéticos em sua uretra e, após reclamar de dores e sangramentos na urina, foi submetido a uma cirurgia que durou duas horas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.