Tamanho do texto

Método é pouco invasivo e permite ao paciente se recuperar em quatro dias. Cirurgia tradicional requer até 30 dias de repouso

selo

O Centro de Referência em Saúde do Homem, em São Paulo, realizou com sucesso a primeira cirurgia da América Latina em que o paciente tem a próstata operada com apenas um pequeno furo feito abaixo do umbigo.

Por este orifício entram um aparelho chamado de “single port” e uma câmera de vídeo para que o médico acompanhe o procedimento por um monitor. A cirurgia realizada por acesso único oferece mais conforto ao paciente por ser minimamente invasiva e muito mais rápida do que a convencional, em que o doente recebe cortes em todo abdome. A internação dura apenas um dia e o processo pós-operatório é de quatro dias, enquanto no método tradicional a pessoa precisa ficar internada durante uma semana e chega a permanecer em repouso por um mês.

Estima-se que a economia com internação hospitalar e medicamentos seja de aproximadamente R$ 1,2 mil por paciente.

O “single port” foi utilizado pela primeira vez para tratar hiperplasia prostática (crescimento benigno da próstata) em um hospital de Cleveland, nos Estados Unidos. “Seremos o primeiro centro em toda América Latina a realizar rotineiramente esta cirurgia. É um avanço na medicina, principalmente para a rede pública de saúde, que vai trazer mais qualidade de vida aos pacientes”, destaca o médico Joaquim Claro, chefe do serviço de urologia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.