Tamanho do texto

Com esses casos sobe para 35 o número de pacientes diagnosticados com KPC no Estado

selo

A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco confirmou que recebeu a notificação de mais oito casos da superbactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC) em hospitais pernambucanos. Destes, quatro pacientes morreram, segundo a secretaria, infectados com a bactéria. Com esses casos sobe para 35 o número de pacientes diagnosticados com KPC no Estado. Continuam internados 26 pacientes, quatro receberam alta e cinco morreram.

De acordo com o gerente-geral da Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), Jaime Brito, "é importante ressaltar que desses cinco óbitos, apenas um foi comprovadamente provocado pela KPC. Sobre os outros três, não há como definir se a morte foi causada pela bactéria, pois, apesar de infectados, eles já apresentavam um quadro de saúde bastante agravado por outros tipos de infecções. O quinto paciente estava colonizado pela bactéria (não apresentou infecção), por isso, podemos afirma que o óbito não tem relação com a KPC".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.