Tamanho do texto

Meta é imunizar 14,6 milhões de crianças menores de cinco anos em todo o País

A segunda etapa da campanha de vacinação contra a poliomielite acontece neste sábado, 14, em mais de 115 postos de saúde de todo o Brasil.

A meta do Ministério da Saúde é imunizar 14,6 milhões de crianças, menores de cinco anos. O número representa 95% da meta mínima exigida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A primeira fase da campanha, realizada em 12 de junho, vacinou14 milhões de crianças. Para esta fase foram distribuídas 24 milhões de doses.

Campanhas no radio, televisão e internet buscam reforçar o alerta aos pais e responsáveis sobre a importância de levar as crianças menores de cinco anos aos postos de vacinação para tomar a segunda dose da vacina. Para informações sobre locais de vacinação e horários de funcionamento dos postos, os pais devem procurar a Secretaria de Saúde de seus municípios.

“É a imunização que garante a não circulação do vírus selvagem da poliomieliteno país. Por isso, é tão importante vacinar as crianças nas duas etapas da campanha”, explica a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carmem Osterno.

O investimento do Ministério da Saúde, nas duas fases da campanha, foi de R$ 40,9 milhões – sendo R$ 20,8 milhões para comprar vacinas e R$ 20,1 milhões em repasses para as Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, parceiros do Ministério na realização da campanha.

De acordo com a OMS, 26 países ainda registram casos de poliomielite. Desses, quatro são endêmicos, ou seja, têm transmissão constante: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.

Outros 22 países têm registro de casos importados de outros locais: Tajiquistão, Angola, Chade, Sudão, Uganda, Quênia, Benin, Togo, Burkina Faso, Níger, Mali, Libéria, Serra Leoa, Mauritânia, Senegal, República Centro Africana, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Nepal, Guiné, Camarões e Burundi.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.