Tamanho do texto

Resultado de pesquisa também serve para fumantes

Pessoas com altos níveis de vitamina B6 e de metionina, mesmo fumantes, correm menos risco de desenvolver câncer de pulmão do que a média da população, revela um estudo realizado na Europa e publicado nesta terça-feira nos Estados Unidos.

Após analisar um grupo de quase 400 mil pessoas, os especialistas concluíram que maiores níveis no sangue da vitamina B6 e do aminoácido metionina - contido nas proteínas - reduzem à metade o risco de sofrer de câncer de pulmão.

Os pesquisadores não concluíram que consumir mais estes nutrientes reduza as possibilidades de sofrer de câncer de pulmão, mas destacaram a importância de parar de fumar.

"Foram observados riscos reduzidos em níveis similares e consistentes em fumantes, ex-fumantes e em pessoas que jamais fumaram, o que indica que os resultados não são uma confusão de fatores (que possam influenciar a conclusão), assinala o estudo publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA).

O trabalho foi dirigido pelo doutor Paul Brennan, do Centro Internacional de Pesquisas sobre Câncer, sediado na cidade francesa de Lyon.

Dos 385.747 homens e mulheres recrutados entre 1992 e 2000 e submetidos a análises de sangue, 899 desenvolveram câncer de pulmão até 2006.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.