Tamanho do texto

O presidente dos EUA, Barack Obama, qualificou nesta sexta-feira de histórica a próxima votação do Congresso sobre a reforma da saúde e afirmou que se tratará da conclusão de uma luta de um século a favor dos americanos.

"Em poucos dias, com uma votação histórica, terminará uma luta de um século", declarou Obama durante uma reunião pública diante de milhares de pessoas na Universidade de George-Mason de Fairfax (Virgínia, leste do país), a 30 quilômetros de Washington.

AP
Obama em Virgínia

Obama em evento em universidade da Virgínia


"A alguns quilômetros daqui, o Congresso está nas últimas etapas de um debate decisivo sobre o futuro da seguridade médica nos Estados Unidos. É um debate que provocou polêmica não apenas no ano passado, mas durante grande parte do último século", lembrou Obama, afirmando que o ex-presidente americano Theodore Roosevelt, no início do século 20, foi o primeiro a levantar o tema.

"No coração desse debate está a inquietação de saber se seguiremos aceitando um sistema de saúde que trabalha mais para as companhias de seguros médicos que para os americanos. Porque, se essa votação fracassar, o setor de seguros seguirá fazendo o que quer", disse o presidente.

A Câmara dos Representantes prevê reunir-se no domingo para votar a iniciativa governamental sobre a reforma da saúde.

Leia mais sobre EUA

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.