Tamanho do texto

Em 2015, dois milhões de pacientes ganharam remédios, mas 53% da população afetada pela doença ainda não tem acesso

Número de pacientes atendidos mais que dobrou em cinco anos e número de mortos teve queda
Getty Images
Número de pacientes atendidos mais que dobrou em cinco anos e número de mortos teve queda

Dezessete milhões de pessoas tiveram acesso a antirretrovirais até o final de 2015. Apesar disso, mais de 53% da população afetada pela Aids continua sem acesso aos remédios para combater o vírus HIV. Os dados foram publicados pela UNAids, a agência da Nações Unidas (ONU) criada para lidar com a epidemia.

Em 2015, 2 milhões de novas pessoas ganharam acesso aos remédios e o número de pacientes atendidos no mundo mais que dobrou em cinco anos. O resultado foi uma queda importante no número de mortos, passando de 1,5 milhão de casos, em 2010, para 1,1 milhão em 2015.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.