Tamanho do texto

Jessica Whelan, 4, passou pelo tratamento de um neuroblastoma, tipo de câncer comum em crianças, durante 13 meses, mas a doença apenas piorou

Jessica passou por quimioterapia e outros tratamentos, mas o tamanho do tumor não regrediu e câncer se espalhou
Facebook/ Jessica Whelan - A fight against Neuroblastoma/ Reprodução
Jessica passou por quimioterapia e outros tratamentos, mas o tamanho do tumor não regrediu e câncer se espalhou

“Eu sinto, ao mesmo tempo, tristeza e alívio ao informar a todos vocês que Jessica finalmente encontrou a paz às 7h desta manhã. Não mais ela vai sofrer, não mais vai sentir as dores das limitações físicas de seu corpo.”

Foi com esta mensagem que o eletricista inglês Andy Whelan anunciou a morte prematura de sua filha, de apenas quatro anos, na manhã deste domingo (20).  No começo do mês, uma imagem da menina durante tratamento de um câncer emocionou milhares de pessoas ao redor do mundo.

Jessica passou pelo tratamento de um neuroblastoma, tipo de câncer comum em crianças, durante 13 meses, mas a doença apenas piorou. A imagem da menina agonizando de dor foi compartilhada em uma página dedicada a ela mesma no Facebook. O objetivo do pai era fazer com que as pessoas pensassem mais no câncer infantil.

 “Esta fotografia foi feita em um momento que nós, pais, não pudemos oferecê-la nenhum conforto. Ela nos afastando enquanto suporta essa dor alucinante sozinha”, escreveu Whelan.

Avanço da doença

O diagnóstico foi feito em setembro de 2015, após a menina reclamar de dores nos braços e ombros. Jessica passou por quimioterapia, mas o tamanho do tumor não regrediu. Em outubro deste ano, a doença se espalhou para outros órgãos.

Como não havia mais alternativas para curá-la, seus pais aceitaram encerrar o tratamento para que ela pudesse viver normalmente com o tempo que ainda restava.

LEIA MAIS:  Adolescente com câncer é congelada para possível reanimação no futuro

Em seus últimos dias, contou Whelan na rede social, a filha sentiu muita dor, mas na noite deste sábado ele pôde se despedir da pequena com um longo abraço e muitos beijos até que ela pegasse no sono.

O inglês Andy Whelan divulgou a história da filha para fazer com que as pessoas pensassem mais sobre o câncer infantil
Facebook/ Jessica Whelan - A fight against Neuroblastoma/ Reprodução
O inglês Andy Whelan divulgou a história da filha para fazer com que as pessoas pensassem mais sobre o câncer infantil


Confira o relato do pai

“Agora, as asas de anjo de minha filha cresceram e ela se foi para brincar com seus amigos e entes queridos. Ela vai, agora, olhar por seu pequeno irmão e por nós até o dia que nos reencontraremos de novo.

Ontem à noite, ela finalmente me deixou abraçá-la. Foi um longo abraço enquanto eu dizia o quanto eu a amava. Eu disse que tudo bem se ela fechasse seus olhos e dormisse e a beijei inúmeras vezes. Parece que isto era o que ela precisava para finalmente se permitir encontrar conforto em sua passagem. [...]

LEIA MAIS:  Bebê que nasceu com coração para fora do corpo surpreende médicos

Voe, minha linda princesa. Olhe por mim, sua mamãe e James. Cavalgue livremente em cavalos no paraíso, aproveite a companhia de pessoas amadas e livre-se de sua dor.

Eu nunca vou me esquecer de você e estou honrado de chama-la minha filha. Eu te amo mais que palavras possam descrever, muito mais do que possa imaginar.

Boa noite, Jessica. Bons sonhos. Descanse em paz.”

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.