Tamanho do texto

Estudo revela que o uso de vitamina B pode ser fundamental na redução do impacto da poluição do ar sobre um tipo de modificação genética, que tem sido associada a doenças cardiovasculares e até mesmo ao câncer.

Tomar vitamina B pode ajudar a reduzir efeitos nocivos da poluição do ar, mostra estudo
Medical Center Institute Intermountain Heart/Divulgação
Tomar vitamina B pode ajudar a reduzir efeitos nocivos da poluição do ar, mostra estudo

Nesta segunda-feira, 13, foi divulgada uma pesquisa que revela que as vitaminas do complexo B, como o ácido fólico e as vitaminas B6 e B12, podem desempenhar papel fundamental na redução do impacto da poluição do ar sobre um tipo específico de modificação genética, que tem sido associada a doenças cardiovasculares e até mesmo ao câncer.

A pesquisa, coordenada por Jia Zhong, da Escola de Saúde Pública Mailman, da Universidade de Columbia,  demonstrou os efeitos epigenéticos da poluição do ar e sugeriu que a vitamina B poderia ser usadas como prevenção para complementar as regulamentações e atenuar o impacto dessa poluição.

"O fundamento molecular mecanicista dos efeitos sobre a saúde da poluição do ar não são totalmente compreendidos, e a falta de opções preventivas individuais representa lacuna crítica de conhecimento," escreveram Zhong e seus colegas em um artigo.

A pesquisa

 O estudo foi realizado na Escola de Saúde Pública TH Chan de Harvard, na Suécia, China, Cingapura, México e Canadá, e foi publicado online na revista americana Proceedings of The National Academy of Sciences.

 Dez adultos foram recrutados para o estudo. Os pesquisadores administraram um placebo ou suplemento de vitamina B (2,5 mg de ácido fólico, 50 mg de vitamina B6 e 1 mg de vitamina B12) diariamente a cada um.

 Para participar da intervenção, os voluntários deveriam ser não fumantes, saudáveis, pertencer à faixa etária de 18 a 60 anos de idade, e que não estivessem tomando qualquer medicamentos ou suplementos vitamínicos.

 Os resultados mostraram que a suplementação de quatro semanas com vitamina B pode reduzir de 28% a 76% o dano causado pela exposição às partículas PM2,5, com diâmetro aerodinâmico de 2,5 ou menos.

 Entretanto, Zhong informou que o estudo ainda está em fase inicial e que, atualmente ela e sua equipe não conseguiram recomendar a suplementação de vitaminas do complexo B.

 Em vez disso, ela sugeriu manter uma dieta saudável e equilibrada, com fontes suficientes de vitaminas do complexo B. Em geral, essa suplementação deve ser considerada com base na condição do indivíduo e em consulta com a recomendação de um médico, acrescentou.

 "Embora o controle e a regulação de emissões sejam a espinha dorsal da prevenção, as altas exposições são, infelizmente, a regra ainda em muitas megacidades em todo o mundo," disse Andrea Baccarelli, professora e catedrática do Departamento de Ciências da Saúde Ambiental da Escola Mailman.

 "Como indivíduos, temos poucas opções para nos proteger contra a poluição do ar, especialmente em áreas fortemente poluídas, são urgentemente necessárias validar nossas descobertas e, finalmente, desenvolver intervenções preventivas usando vitamina B para conter os efeitos da poluição do ar na saúde," acrescentou Andrea.


*Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.