Tamanho do texto

Estudo feito pelas maiores universidades dos Estados Unidos tem resultado interessante sobre influencia climática nos registros de dor nas articulações

Reclamações de dores nas articulações por conta da artrite tendem a ser maiores no inverno. Será?
shutterstock
Reclamações de dores nas articulações por conta da artrite tendem a ser maiores no inverno. Será?

Quem sofre com as dores de artrite geralmente fala que as articulações ficam ainda mais doloridas quando o tempo está mais úmido e frio. Mas será que essa afirmação faz mesmo sentido aos olhos da ciência?

Leia também: Tem gastrite? Conheça as causas e veja atitudes que aliviam o desconforto

Durante anos o argumento que colocava o inverno como o grande vilão de pacientes com artrite , se baseava na teoria de que é nessa época do ano que as articulações ficam mais rígidas e por isso, a dor aumenta.

Porém, um estudo envolvendo a Universidade de Harvard e de Washington quis colocar à prova se essa é realmente uma justificativa plausível ou apenas um mito. Para isso, os pesquisadores decidiram fazer uma análise a partir de buscas na internet relacionadas a artrite, dor nos joelhos e quadril.

Durante cinco anos eles monitoraram como e quando os usuários buscavam por informações sobre esses temas, em 45 cidades, e a conclusão foi completamente contrária ao que a maioria acredita.

Método

A pesquisa constatou, comparando a quantidade de buscas no inverno e verão, que, na verdade, as pontadas de dor nas articulações são mais frequentes em dias ensolarados e com temperatura mais alta. Entre as justificativas encontradas, o fato de ser nessa época do ano que as pessoas ficam mais ativas e forçam mais as articulações.

Leia também: Saiba o que é a neuralgia do trigêmeo, conhecida como a pior dor que existe

O principal autor do estudo, que foi publicado na revista PLOS One, Scott Telfer, do departamento de ortopedia e medicina esportiva da Universidade de Washington afirma que é comum ouvir de pessoas com artrite que elas podem “prever” quando o clima está mudando. “Mas, até então, ​​só haviam feito associações vagas, nada muito concreto. Agora nossas descobertas se alinham a essa afirmação", afirmou.

Os pesquisadores usaram as buscas na Internet como base do estudo, porque essa é, cada vez mais, a primeira opção de quem procura por ajuda quando está sofrendo algum problema de saúde.

No entanto, não foi possível encontrar nenhum mecanismo direto que ligue a temperatura ambiente à dor . "O que acreditamos, é que a explicação mais provável é o fato de que as pessoas estão mais ativas em dias agradáveis, sendo mais propensas a ter abusos excessivos e ferimentos agudos por isso. Sendo assim, elas partem para a internet para obter informações relevantes sobre o assunto", explicou Telfer.

Leia também: Desinformação atrasa diagnóstico da artrite reumatoide

Estudos anteriores

Natalie Carter, chefe de pesquisa de ligação e avaliação na Charity Arthritis Research UK, avaliou o estudo como mais uma ferramenta para que os especialistas possam usar para gerenciar melhor a dor dos pacientes.

No entanto, pesquisas anteriores têm resultados mistos, com alguns especialistas sugerindo que mudanças na temperatura e umidade influenciam a expansão e contração de diferentes tecidos nas articulações, causando dor.

Há registro de alguns estudos sugerindo que os dias chuvosos, com níveis reduzidos de luz solar, tendem a influenciar na dor das articulações. Usando como justificativa que temperaturas baixas podem aumentar a viscosidade do líquido que lubrifica as articulações, tornando-as mais rígidas e talvez mais sensíveis à dor.

Porém, também é sugerido que o tempo afeta o humor, o que altera nossa percepção de dor, facilitando as reclamações quando o clima encontra-se mais sombrio, como no inverno.

Leia também: Dor de cabeça pode se agravar se tratamento correto não for feito

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.