Tamanho do texto

Um chinês, cujo nome não foi divulgado, resolveu colocar o objeto na uretra enquanto "brincava com seu órgão sexual"; ele terá que passar por cirurgia

Enquanto
Reprodução/Pear Video via Daily Mail
Enquanto "brincava com seu órgão sexual", um homem introduziu um cadeado em sua uretra e ele foi parar em sua bexiga


Um homem do sudeste da China foi admitido em um centro médico local com uma condição um tanto quanto peculiar. Ao ser atendido, o chinês revelou aos médicos que precisava de ajuda porque tinha introduzido um cadeado em sua uretra. O caso aconteceu na última terça-feira (14) na cidade de Fuzhou, na província de Fujian.

Leia também: Veja o que pode significar ter obstrução urológica, complicação que afetou Temer

Muito acostumado a “brincar com o seu órgão sexual”, como explicou o portal Daily Mail , o homem imaginou que seria uma ideia viável colocar um cadeado dentro de seu pênis. Porém, essa história ainda está um pouco distante de seu final. Um raio-x revelou que o objeto ficou alojado na bexiga do paciente, e agora, ele será submetido a novos procedimentos.

Segundo um neurocirurgião do hospital contou ao Pear Video , o caso só pode ser resolvido por meio de uma cirurgia. “Nós vamos fazer uma incisão na bexiga e retirar o objeto do corpo do homem”, explicou. A operação está marcada para os próximos dias.

Além do Kama Sutra

Com o caso deste chinês, aprendemos que o Kama Sutra e brinquedos sexuais parecem não ser o suficiente para algumas pessoas, que acabam procurando nos objetos mais inusitados uma oportunidade para sentir prazer sexual. Foi o caso de um outro homem na China , que colocou 15 agulhas, de 10 centímetros cada, dentro de seu pênis .

O chinês, de 35 anos, apareceu na emergência do hospital com reclamações de sangue na urina e dores no pênis . Depois de ser avaliado e passar por alguns exames, como raio-x, os médicos descobriram uma quantidade interessante de corpos estranhos dentro do órgão sexual do homem: eram 15 agulhas enferrujadas.

Depois dos pequenos objetos brilharem nos exames de imagem, o homem confessou que a prática, um tanto quanto invasiva, tinha como objetivo promover um grande prazer sexual.

Leia também: Idosa descobre tumor após quatro anos sendo diagnosticada com sinusite

Imediatamente, ele foi encaminhado para a cirurgia e os objetos, pontiagudos e completamente oxidados, foram finalmente retirados. Esperamos que o procedimento do caso do cadeado também seja bem sucedido e não cause nenhuma sequela.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.