Tamanho do texto

Vu Van Tho procurou ajuda médica dois dias depois por não se lembrar do caso; segundo médico, prego parecia ter sido martelado no crânio do homem

Vu Van Tho alegou não se lembrar como o prego foi parar em seu corpo, e que por isso, demorou a procurar ajuda médica
Reprodução/AsiaWire
Vu Van Tho alegou não se lembrar como o prego foi parar em seu corpo, e que por isso, demorou a procurar ajuda médica

Um homem esperou dois dias para ir ao hospital depois de descobrir que estava com um prego de sete centímetros preso em sua cabeça . O vietnamita Vu Van Tho, de 60 anos, alegou não se lembrar como o objeto foi parar em seu corpo, e que, por isso, demorou a procurar ajuda médica.

Leia também: Mulher tem reação alérgica grave e morre após fazer acupuntura com abelhas

De acordo com o médico do Hospital Militar de Hanói, Vietnã, Le Hoang Anh, o paciente estava tranquilo e totalmente consciente, não apresentando nenhuma gota de sangue na área onde o  prego  estava enfincado. 

O especialista ainda relatou ter ficado tão impressionado com o caso que fotografou o pedaço de metal, que, para ele, parecia ter sido martelado no crânio de Vu Van Tho. Ele ainda afirmou ter ficado surpreso com o raio-x, que evidenciou o tamanho e a profundidade em que o parafuso estava no corpo do homem.

Leia também: Mulher que achava que estava com ressaca quase morre de sepse; entenda a doença

Médico do Hospital Militar de Hanói ficou impressionado com o caso e fotografou parafuso preso na cabeça do paciente
Reprodução/AsiaWire
Médico do Hospital Militar de Hanói ficou impressionado com o caso e fotografou parafuso preso na cabeça do paciente

O Dr. Le disse que o paciente procurou ajuda no dia do seu aniversário, na sexta-feira (23), e que aparentemente, não estava preocupado com o acidente. “Ele não se recorda de como o parafuso foi parar em sua cabeça, e também não indicou nenhum tipo de distúrbio mental ou uma possível tentativa de suicídio. Depois da cirurgia, ficou em observação, e se recupera bem”, contou ao  The Sun .

Casos semelhantes

Vale mencionar que, em 2016, um acontecimento parecido se deu em Mumbai, na Índia, depois de o carpinteiro Nitin Vishwakarma acidentalmente enfiar um prego em sua cabeça enquanto trabalhava em um canteiro de obras.

Vishwakarma relatou ter parado para descansar, e que, em um momento de distração, acabou coçando a cabeça ao mesmo tempo em que segurava uma ferramenta carregada com pregos.

Leia também: Hospitais federais do Rio suspendem cirurgias por falta de luvas e gazes

Porém, ao invés de ir para o hospital, o homem preferiu tomar um analgésico, indo para casa dormir. Dias depois, decidiu buscar por tratamento médico devido a fortes dores de cabeça. Ele passou por uma  cirurgia  de três horas para a retirada do prego. “É realmente um milagre que Nitin tenha sobrevivido a uma situação tão grave. Quando essas coisas acontecem, o ideal é procurar um médico imediatamente", ressaltou o neurocirurgião Pramod Kubade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.