Tamanho do texto

Uma das imagens mostra os roedores andando perto do setor de ortopedia do Hospital Regional de Araguaína; sacos de lixo teriam atraído os animais

Ratos no Hospital Regional de Araguaína são flagrados pelos pacientes da unidade de saúde
Divulgação
Ratos no Hospital Regional de Araguaína são flagrados pelos pacientes da unidade de saúde

Um dos principais hospitais de Tocantins foi flagrado com uma infestação de ratos. Acompanhantes e pacientes registraram imagens dos ratos no Hospital Regional de Araguaína, e afirmam ter visto os animais circulando nos corredores da unidade de saúde, onde pacientes estavam internados.

Leia também: Conhece a hantavirose? Doença é fatal para mais de um terço dos infectados

Algumas fotos foram divulgadas no último domingo (16), nas quais é possível ver os ratos no hospital , na ala de ortopedia, próximos a sacos de lixos, que estariam espalhados dentro e fora do prédio. A suspeita é de que esse seria o motivo que teria atraído os animais ao local.

Ratos no hospital são encontrados próximos a sacos de lixo, deixados na unidade
Divulgação
Ratos no hospital são encontrados próximos a sacos de lixo, deixados na unidade

Outras imagens mostram os roedores andando nas tubulações do hospital, deixando os doentes e familiares preocupados com situação de higienização do local.

Pacientes e acompanhantes denunciam a presença de ratos no Hospital Regional de Araguaína
Divulgação
Pacientes e acompanhantes denunciam a presença de ratos no Hospital Regional de Araguaína

Um dos problemas que podem ocorrer pela convivência de ratos e humanos é a transmissão de uma doença grave conhecida como leptospirose , provocada por uma bactéria presente na urina desses animais.

Quando as pessoas circulam nos mesmos espaços que ratos, é possível que haja contato com o solo e, consequentemente, com a urina dos roedores. Além disso, a bactéria pode contaminar materiais usados no atendimento aos pacientes, alimentos e água, por exemplo.

O contato dos ratos com o lixo hospitalar também é preocupante, pois pode levar infecções aos pacientes, acompanhantes e funcionários.

Em nota, a Secretaria Estadual da Saúde do Tocantins informou que mantém contrato com uma empresa especializada em fazer desinfestação e controle de pragas, além de reconhecer o lixo duas vez ao dia para o descarte correto.

Ratos no hospital de Brasília

Além dos ratos no hospital no Tocantins, caso semelhante aconteceu no HRT em Brasília
Reprodução/Youtube
Além dos ratos no hospital no Tocantins, caso semelhante aconteceu no HRT em Brasília

Em maio deste ano, pacientes do Hospital Regional de Taguatinga (HRT), no Distrito Federal, encontraram um rato na ala de cardiologia da unidade de saúde. 

De acordo com a funcionária que gravou o vídeo, o rato foi morto por um paciente que, em seguida, pediu ajuda. Pessoas que estavam no local afirmam, no vídeo, que o animal entrou por um buraco no gesso do teto, onde havia fezes que poderiam ser do roedor.

“Há muito tempo que estamos reclamando aqui e ninguém toma providência”, afirma uma das pessoas que estava no momento em que as imagens foram gravadas. A cena mostra o animal já morto, no chão, empurrado por um objeto de metal para soros, usado para imobilizar o roedor. Assista:

Depois, um funcionário o segura pela cauda por meio de um saco plástico para retirá-lo do local. O episódio acontece onde os pacientes passam a noite, em macas. Na ocasião, seis pacientes dormiam na área, e todos eles foram transferidos para outra enfermaria.

Na época, a Secretaria de Saúde afirmou que parte do gesso foi quebrada na última semana quando a unidade de saúde passava por reparos de um vazamento na cobertura, mas o buraco foi fechado na segunda-feira.

Leia também: Larvas de rato morto caem do teto de hospital e causam susto em Cuiabá

A direção do HRT também informou que não há ratos no hospital e que esse foi um caso isolado. Ainda assegurou que a cada três meses o local passa pelo serviço de desratização.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.