Tamanho do texto

Mais de 300 profissionais que estavam inscritos desistiram do programa; Daquele 8.402 que já foram alocados, apenas 2.315 já começaram a trabalhar

Prazo para inscrição no Mais Médicos termina nesta sexta-feira; ao todo, 115 vagas ainda estão disponíveis
Arquivo/Agência Brasil
Prazo para inscrição no Mais Médicos termina nesta sexta-feira; ao todo, 115 vagas ainda estão disponíveis

Termina, nesta sexta-feira (7), o prazo para as inscrições no programa Mais Médicos, do governo federal. De acordo com o último levantamento divulgado pelo Ministério da Saúde, nesta quinta-feira (6), 115 das 8.517 vagas abertas para o programa ainda precisam ser preenchidas. 

Leia também: Com 200 desistências, Ministério da Saúde abre novo edital do Mais Médicos

Além das vagas que ainda estão sobrando pela falta de profissionais inscritos, mais de 300 médicos desistiram de participar do programa. Entre os motivos das desistências no Mais Médicos , o Ministério da Saúde afirmou que foram citadas novas oportunidades e a dificuldade de conciliação com outros projetos dos profissionais. O programa exige uma dedicação de 40 horas semanais, em uma equipe de Saúde da Família. 

Os médicos que decidirem não comparecer às atividades devem informar ao município alocado, que comunicará a desistência ao  Ministério da Saúde . A pasta tem feito contato com os profissionais alocados por meio do endereço eletrônico informado na inscrição, além de ligações telefônicas. Mais de 3.000 ligações foram feitas no início desta semana.

As vagas foram necessárias após Cuba retirar os seus profissionais do programa. O país caribenho não concordou com as políticas prometidas por Jair Bolsonaro e ordenou que os médicos cubanos deixassem o Brasil no mês passado. Com isso, muitos postos de saúde ficaram sem atendimento.

Leia também: A gente se sentia explorado, diz cubano que saiu do Mais Médicos

O prazo para as inscrições termina exatamente às 23h59 desta sexta-feira. Até esse horário, os profissionais que ainda quiserem disputar por uma das vagas devem escolher as cidades onde vão atuar. 

Ainda segundo o último levantamento do Ministério da Saúde , 2.315 médicos já começaram a trabalhar nos postos antes ocupados por médicos cubanos. Este número representa 27,5% dos que já escolheram as cidades para onde irão.

Ao todo, o edital deste ano ofereceu 8.517 vagas para profissionais em todo o País. Dos 8.402 que já foram alocados, existem ainda 1.634 que entregaram os documentos necessários, mas que ainda não iniciaram as suas atividades.

Leia também: Telegramas mostram Congresso driblado para Cuba e Brasil criarem Mais Médicos

A previsão do governo era que todas as vagas do Mais Médicos fossem preenchidas até hoje. Porém, a data com um novo edital já foi divulgada: na próxima segunda-feira (17), o governo abrirá a oportunidade para médicos brasileiros formados no exterior e para estrangeiros formados no exterior que tenham o diploma validado no País – o que pode ser feito por meio do exame Revalida, aplicado anualmente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.