Tamanho do texto

Patty Born vive na Flórida, nos EUA, e contraiu a infecção após nadar no mar

Uma mulher que vive na Flórida quase morreu depois de contrair uma bactéria que come carne humana. Patty Born, de 68 anos, estava voltando de um dia na praia na cidade de Port St. Joe quando começou a sentir quente e enjoada. Em poucas horas, sua perna direita começou a ficar vermelha e inchada e, por isso, ela foi levada às pressas ao hospital.

Leia também: Assustador! Mulher tromba em fogão e contrai bactéria que "devora" seu rosto

perna bactéria arrow-options
Reprodução/WEAR-TV
Mulher que teve a perna infectada por bactéria devoradora de carne humana após nadar no mar conta sua história na TV

O caso aconteceu em 2015 e veio à tona agora após Patty contar sua história para a WEAR-TV . "Parecia que a perna estava apodrecendo. É assustador. Faz você realmente pensar. Eu não voltei para a água", conta a mulher que foi diagnosticada, na época, com uma infecção bacteriana rara conhecida como fasciíte necrosante, que pode levar à morte. 

De acordo com o Daily Mail , a causa exata da infecção é desconhecida, mas é capaz de entrar no corpo por meio de um pequeno corte ou arranhão na pele. A cada ano, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), de 700 a 1200 casos ocorrem apenas nos Estados Unidos. 

Leia também: Após depilação, bactéria “come” pele da perna de mulher e quase a mata

perna com bactéria
Reprodução/WEAR-TV
Imagem mostra a infecção na perna, que se agravou ainda mais depois

O paciente precisa ser diagnosticado e tratado rapidamente. Os primeiros sintomas incluem uma área vermelha ou inchada na pele e dor intensa. Além disso, a pessoa pode sentir tontura, náusea e mudanças na cor da pele. Bolhas também podem surgir. 

Segundo o CDC, de 25% a 30% dos casos de fasciíte necrosante a cada ano resultam em morte.

Felizmente, os antibióticos conseguiram eliminar a infecção do organismo de Patty. “Eles [os médicos] disseram ao meu marido para ligar para a minha família”, conta ao canal de TV. Isso porque os especialistas achavam que ela não fosse sobreviver. 

Leia também: Mochileiro arranha perna e contrai bactéria devoradora de carne humana

Após o incidente com a perna , Patty ainda informou que quer compartilhar sua história para que outras pessoas tenham cuidado quando estiverem no mar. Nas últimas semanas, vários casos com bactérias carnívoras aconteceram na Flórida. Lynn Fleming, de 77 anos, por exemplo, teve dois derrames e falência de órgãos após ser infectada com a bactéria na Coquina Beach.