Tamanho do texto

A medida do Ministério da Economia em redução as tarifas de importação contempla também produtos como fraldas para bebês e absorventes

O setor farmacêutico teve uma boa notícia nos últimos dias. Os medicamentos importados para o tratamento de hiv e de alguns tipos de câncer tiveram suas tarifas de importação reduzidas de 18% para 0%. Em outras palavras, os remédios ficaram mais baratos para compra.

remédios arrow-options
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Remédios importados para o tratamento de hiv e câncer tiveram suas alíquotas zeradas

Leia também: Seu remédio perdeu o efeito? Saiba o que fazer seguindo dicas da Anvisa

A mudança veio graças a uma medida tomada pela Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, do Ministério da Economia, e está em vigor desde o último dia 07 de agosto. Além dos medicamentos para tratamento de HIV  e câncer outros 11 produtos da Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum (Letec) do Mercosul tiveram redução de alíquotas.

Confira abaixo todos os remédios que estarão mais baratos nas farmácias:

  • Etravirina: indicado para tratamento de pessoas soropositivo ;
  • Darunavir: indicado para o tratamento da infecção pelo HIV em pacientes adultos previamente expostos a tratamento e que apresentaram falha a tratamentos anteriores com outros inibidores de protease;
  • Ibrutinibe: indicado para o tratamento de pacientes adultos em recidiva ou regratários com Linfoma de Células do Manto (LCM) e para aqueles com Leucemia Linfoide Crônica (LLC);
  • Cloridrato de Nilotinibe: indicado para o tratamento de pacientes adultos com Leucemia Mieloide Crônica (LMC) Cromossomo Philadelphia positivo em fase crônica ou em fase acelerada após falha ou intolerância a pelo menos uma terapia previa;
  • Cloridrato de Pazopanibe: indicado para o tratamento de carcinoma de células renais (RCC) avançado e/ou metastático, uma forma de câncer nos rins;
  • Nusinersena: indicado para o tratamento de pacientes com Atrofia Muscular Espinhal (AME) com deleção ou mutação no gene SMN1 localizado no cromossomo 5q.

Além disso, bisturis elétricos usados para cirurgias de alta complexidade como transplantes e incisões em tecidos moles, também tiveram suas tarifas zeradas .

Outros produtos também tiveram redução como absorventes, tampões higiênicos, fraldas de bebe, cueiros e semelhantes que reduziram de 16% para 12%.

Leia também: Saiba quais são os principais erros na hora de tomar remédio

O Ministério da Economia acredita que a redução das taxas de importação em remédios para tratamento de HIV  e câncer deve reduzir os gastos de R$ 150 milhões anuais para empresas privadas e o governo federal.