Tamanho do texto

O processo de retirada da barata no ouvido foi filmado do início ao fim

Uma  barata no ouvido causou muitos problemas para uma paciente que mora no Vietnã, cuja identidade não foi revelada. Após sentir dores insuportáveis, ela foi atrás de ajuda médica e teve de aguentar um procedimento de dois minutos para conseguir retirar o inseto, ainda vivo, de dentro de sua orelha.

Barata entalada no ouvido da mulher arrow-options
Reprodução/Daily Mail/Newsflare
A barata no ouvido estava causando dores agonizantes na paciente, que precisou de atendimento médico

Segundo o tabloide britânico Daily Mail , a mulher já suspeitava que tinha um bicho dentro da orelha quando acordou à noite com dor de ouvido, mas não suspeitava que fosse encontrar uma barata lá.

O médico que a atendeu no Hospital Can Tho, Dr. Trinh, capturou todo o procedimento de retirada da barata no ouvido em vídeo. Segundo ele, o inseto havia entrado no canal auditivo da mulher para abrigar-se do clima úmido. Os danos causados à  orelha interna da paciente podem levar vários dias para cicatrizarem.

Confira abaixo um trecho do vídeo da retirada do inseto:

Leia também: Barata é retirada de ouvido de americana após ficar dez dias presa no local

Por que foi encontrada uma barata no ouvido da paciente?

Médico usando equipamento para retirar a barata no ouvido arrow-options
Reprodução/Daily Mail/Newsflare
O procedimento para retirar a barata no ouvido da paciente demorou dois minutos e foi gravado do início ao fim

Em entrevista ao  Daily Mail , o presidente da Sociedade Britânica de Otologia, Philip Robinson, constatou que casos de insetos na orelha interna como o da mulher são muito raros.

Segundo ele, acredite-se que os pelos e cera de ouvido sirvam como uma barreira contra insetos e dejetos. "O canal auditivo tem seu próprio sistema de limpeza [e] normalmente transportaria qualquer poeira ou dejeto para fora do ouvido em uma ou duas semanas", explicou.

Leia também: Excesso de cera de ouvido pode causar diminuição da audição

No entanto, alguns insetos vivos podem ficar presos dentro do canal e não encontrarem uma maneira de sair, como no caso da barata no ouvido da paciente, causando complicações como as dores de ouvido que ela relatou a seu médico.