Na manhã dessa terça-feira (28), a Prefeitura de São Leopoldo confirmou um caso suspeito do coronavírus . Trata-se de um paciente de 40 anos atendido na Unidade de Pronto Atendimento Scharlau apresentando febre. Ele relatou ter chego há 4 dias da China. 

Leia mais: Japão diz que homem que não esteve em Wuhan contraiu coronavírus

Novo caso suspeito de coronavírus é identificado em São Leopoldo (RS)
shutterstock
Novo caso suspeito de coronavírus é identificado em São Leopoldo (RS)

A equipe da UPA procedeu de acordo com o protocolo indicado pelo Ministério da Saúde , isolando o paciente e realizando exames prévios. O material coletado no exame já foi encaminhado para o Laboratório Central do Estado (Lacen), responsável pela análise. 

A Secretaria Municipal de Saúde de São Leopoldo tem monitorado o caso desde o seu início, através da Vigilância Epidemiológica, em conjunto com o Centro de Vigilância Estadual (CEVS). A Secretaria ainda informou que uma nota técnica sobre o caso será emitida. 

Leia mais: Jovem é internada com suspeita de coronavírus em Minas Gerais

O paciente é morador da cidade de Kunming , que fica localizada a mais de 1500 km de Wuhan , epicentro da doença e cidade onde surgiram os primeiros casos. Ele segue internado e em isolamento para observação.

Prefeitura de São Leopoldo reforçou a orientação para que a população se informe através de meios de comunicação oficiais, não se deixando levar por notícias falsas e/ou alarmistas. Declarou ainda, que irá tratar o caso com total transparência.

Leia mais: E se chegar no Brasil? O que fazer de fato para se proteger do coronavírus

Sobre o novo coronavírus , o Ministério da Saúde publicou um protocolo a ser seguido por todos, disponível  no link . Confira abaixo o comunicado emitido pela Secretaria Estadual de Saúde.

"A Secretaria da Saúde do Estado já colocou em prática um plano de ação que segue à risca os protocolos preconizados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde (MS). Em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os técnicos da Vigilância em Saúde do Estado estão acompanhando a chegada de pessoas oriundas da China.

Ao mesmo tempo, a Secretaria da Saúde orientou os agentes municipais de saúde para que todos os casos de pessoas vindas do território chinês que apresentem febre e sintomas respiratórios (semelhantes aos de uma gripe, como tosse, dificuldade de respirar, coriza) sejam imediatamente relatados à Vigilância em Saúde Estadual. Os pacientes devem ser imediatamente isolados e tratados de acordo com a gravidade do quadro clínico.

Um paciente de São Leopoldo procurou a UPA da cidade e, mediante orientação da Vigilância em Saúde do Estado, recebeu o atendimento e acompanhamento preconizado pelo Ministério da Saúde. Não esteve na região da China que até a segunda-feira (27) era considerada de risco. O paciente não apresenta quadro grave de doença respiratória e, por precaução, ficará em isolamento domiciliar. Foi coletado material para análise."

    Veja Também

      Mostrar mais