RIO- O Ministério da Saúde aumentou para nove o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil nesta quarta-feira. São 33 casos notificados. Foram confirmados como suspeitos três casos em São Paulo, dois em Santa Catarina, um no Rio de Janeiro, um em Minas Gerais, um no Paraná e um no Ceará.

Leia também: Finlândia é o 16º país a confirmar coronavírus

pessoa tossindo
shutterstock
Nove casos suspeitos de coronavírus são identificados no Brasil

Na quarta-feira, eram três casos suspeitos: um em Belo Horizonte (MG), um em Curitiba (PR) e um na região metropolitana de Porto Alegre (RS). O caso do Rio Grande do Sul foi descartado.

"Não vai ser uma coisa que vai terminar rapidamente. Espero que esteja equivocado", disse o secretário executivo João Gabbardo dos Reis.

Foi feita reunião nesta terça-feira com Organização Mundial da Saúde (OMS) e deve receber, na próxima semana, países para uma capacitação de teste laboratorial.

Leia também: Coronavírus: pelo menos mais 25 pessoas morreram na China

De acordo com o ministério, os pacientes se enquadram na atual definição de caso suspeito para o nCoV-2019 (o novo coronavírus), estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ou seja, apresentaram febre e, pelo menos um sinal ou sintoma respiratório, além de terem estado em área de transmissão local nos últimos 14 dias.

A OMS aumentou o nível de alerta para alto em relação ao risco global do novo coronavírus, por isso, o Ministério da Saúde orienta que viagens para a China devem ser realizadas em casos de extrema necessidade. Com quase três mil casos confirmados, segundo o boletim da OMS desta segunda-feira, todo o território chinês passa a ser considerado área de transmissão ativa da doença.

    Veja Também

      Mostrar mais