PEQUIM — Segundo dados divulgados pelas autoridades chinesas na noite desta segunda-feira (manhã de terça na China ), o número de mortos em decorrência do coronavírus subiu para 425. As novas 64 mortes aconteceram em Hubei, província onde a epidemia começou.

chineses usando máscaras
shutterstock
No Brasil, um esquema de quarentena será montado para os cidadãos que voltam da China

Outras novas 2.345 pessoas tiveram a infecção pelo novo vírus confirmada apenas na província, elevando o número de casos confirmados para quase 20 mil.

Nesta segunda, o Ministério da Saúde divulgou que há 14 casos suspeitos do novo coronavírus no Brasil, enquanto outros 13 já foram descartados.

Leia mais: Pânico global: Entenda o surto de coronavírus no mundo

Os 14 casos suspeitos do último balanço desta segunda-feira, foram registrados em São Paulo (7), Rio Grande do Sul (4), Santa Catarina (2), Rio de Janeiro (1). Os 13 descartados são de: São Paulo (3), Rio Grande do Sul (3), Santa Catarina (2), Rio de Janeiro (1), Minas Gerais (1) e Paraná (2) e Ceará (1).

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta afirmou nesta segunda-feira que os brasileiros que vierem da China , para fugir da epidemia do novo coronavírus, terão que passar por uma quarentena de 18 dias. De acordo com Mandetta, o período tradicional de quarentena para casos como esse é de 14 dias, mas haverá um aumento por precaução.

Leia mais: Coronavírus: 80% das pessoas não apresentam sintomas; veja como se prevenir

Destaques desta segunda-feira sobre coronavírus:

  • Cruzeiro americano é impedido de atracar na costa do Japão por causa do coronavírus . As vistorias pelo cruzeiro, chamado Princess Diamond, começaram depois que um hóspede — que não apresentou sintomas de coronavírus durante sua estadia — teve diagnóstico positivo para a doença seis dias após deixar o navio.
  • EUA têm segundo caso de transmissão de pessoa para pessoa. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) forneceu planos mais detalhados sobre como o país lidará com os viajantes que retornam da China.
  • Vaticano envia 700 mil máscaras para ajudar China contra coronavírus. Governo chinês pediu ajuda com equipamentos de proteção; França, Reino Unido, Japão e Coréia do Sul já enviaram suprimentos médicos.
  • Número de mortes por novo coronavírus supera o da Sars na China. Entre 2002 e 2003, epidemia de Síndrome Respiratória Aguda Grave matou 349 pessoas na China continental.

    Veja Também

      Mostrar mais