A corrida por remédio ou vacina que seja capaz de combater o Sars-CoV-2 de forma eficaz é mundial. Na Austrália, uma pesquisa realizada pela Universidade de Monash, em Melbourne, teve um ótimo resultado: descobriu um remédio que mata o novo coronavírus em 48 horas. A  ivermectina , porém, foi utilizada apenas em laboratório, in vitro, e ainda é necessário determinar se a dose permitida para o corpo humano será tão eficaz quanto a utilizada na cultura do vírus. 

remédio arrow-options
Pixabay/TheDigitalWay
Ivermectina matou o novo coronavírus em 48 horas em teste feito em laboratório

Leia também: Covid-19: cloroquina é promissora, mas não deve ser comprada nas farmácias

No estudo, os pesquisadores infectaram células com o Sars-CoV-2 e testaram a eficácia do antiparasitário que é vendido em todo o mundo. Em 24 horas foi notada redução significativa do material genético do novo coronavírus. Após 48 horas ele havia sido erradicado. Em outras pesquisas laboratoriais a ivermectina também se mostrou eficaz contra o HIV, o influenza, a dengue e o zika. 

Kylie Wagstaff, principal responsável pelo estudo realizado na Austrália, diz que é importante encontrar um remédio ou coquetel que já esteja disponível em todo o mundo e que seja eficaz no tratamento da Covid-19. "Isso ajudará as pessoas mais cedo", afirma. 

O uso da ivermectina no tratamento da Covid-19 depende de mais testes laboratoriais e clínicos. 

    Veja Também

      Mostrar mais