médico arrow-options
Foto: shutterstock
Em boletim divulgado no fim da noite de ontem, os cientistas afirmam que a região deve enfrentar colapso por falta de profissionais

Os nove governadores do Nordeste solicitaram ao governo federal autorização para que médicos brasileiros formados no exterior atuem na região durante a pandemia do Covid-19 .  O pedido foi feito mesmo que os profissionais não tenham diplomas revalidados no Brasil (o Revalida). A ideia é criar uma  "Brigada Emergencial de Saúde no Nordeste".

Os governadores destacam que o Nordeste tem carência de profissionais. "Precisamos muito dessa mão de obra. São 15 mil profissionais brasileiros já formados, que estudaram, e nessa escassez que temos, e vamos ter ainda mais nos próximos dias, será um reforço importantíssimo", afirmou o governador da Bahia Rui Costa (PT), presidente do Consórcio Nordeste.

Na região, dois estados preocupam mais: Ceará e Pernambuco, que têm números crescentes de casos de Covid-19 e estão na lista dos cinco com maior número de casos no País.

"É um risco que eu corro", reconhece Bolsonaro sobre reabertura do comércio

Em boletim divulgado no fim da noite da quinta-feira (16), os cientistas afirmam que a região deve enfrentar colapso por falta de profissionais.

"É preciso criar com urgência uma Brigada Emergencial de Saúde no Nordeste ampliando o contingente de médicos e demais profissionais de saúde no atendimento à população. Esta iniciativa deve servir para levar médicos aos municípios atingidos pela pandemia e a todos os serviços de saúde mobilizados para este enfrentamento", alega o comitê.

    Veja Também

      Mostrar mais