sol
shutterstock/Reprodução
Exposição ao sol garante doses de vitamina D

Um estudo realizado na Austrália com 78 mil pacientes aponta que pessoas com níveis mais elevados de vitamina D são quase duas vezes menos propensas ao desenvolvimento de infecções respiratórias e doenças pulmonares, entre as quais Covid-19 . A pesquisadora Rachel Neale, que coordenou o teste publicado em 2019, explica a importância de reforçar a dose da vitamina todos os dias.

"Agora, mais do que nunca, não é o momento de se permitir uma deficiência de vitamina D", explica a cientista ao portal The Australian. De acordo com ela, a vitamina possui efeitos importantes para o sistema imunológico . "Faz sentido que pessoas com níveis baixos de vitamina D sejam mais propensas não apenas a desenvolver a doença, mas a manifestar sintomas mais graves", reforça.

Leia mais: Covid-19: OMS pede mais vôos para acelerar remessa de exames

Ainda segundo a especialista, a recomendação de uma exposição solar de 10 a 15 minutos em locais quentes e um período um pouco maior em regiões de clima frio e pouca luminosidade . Essa exposição, porém, não necessariamente demanda sair de casa. Locais mais ilunados próximas às janelas, sacadas ou quintais podem fornecer a luz direta durante o tempo necessário. 

A pesquisadora também comenta que, em geral, a suplementação da vitamina não é mais eficaz do que uma alimentação ajustada e o tempo sob o sol, mas para pessoas em completo isolamento pode ser bastante útil.

Em todo o mundo, mais de 3 milhões de pessoas já foram atingidas pela Covid-19 , cujo grupo de risco envolve pessoas com mais de 60 anos e outras comorbidades. No Brasil, os números cerca de 66 mil casos confirmados com 4,5 mil registros de óbitos.

    Veja Também

      Mostrar mais