Covid-19
shutterstock
Universidade de Oxford recebeu aposte de 20 milhões de libras para desenvolver vacina da Covid-19

Enquanto vacinas para a Covid-19 estão sendo desenvolvidas em todo o mundo, os ingleses parecem à frente no cronograma. O governo desembolsou 40 milhões de libras esterlinas, valor equivalente a R$ 273 milhões, para produzir uma substância que possa criar imunidade no corpo humano ao novo coronavírus (Sars-CoV-2).

LEIA MAIS: Pacientes com câncer têm três vezes mais chances de morrer de Covid-19

Cientistas da Universidade de Oxford afirmam que estão avançando nas pesquisas, sugerindo que alguns milhões de doses poderão ser produzidos ainda em setembro. Um novo protótipo da vacina já foi avaliado em testes clínicos, com resultados positivos.

O plano de Oxford é aplicar uma dose da nova vacina em 6 mil pessoas para comprovar sua eficácia. Ela já se mostrou muito eficaz nos testes em macacos, que segundo os pesquisadores, têm um sistema bem parecido com o dos seres humanos.

Neste momento, pesquisadores estão apurando regiões para possíveis testes, uma vez que o distanciamento social na Inglaterra tem mostrado resultado em parar as infecções. 

    Veja Também

      Mostrar mais