Covid-19
Reprodução
Pesquisadores tentam entender resposta do corpo humano à infecção pela Covid-19

Novos estudos apresentam resultados encorajadores de que as pessoas recuperadas do novo coronavírus (Sars-CoV-2) podem estar imunes a uma segunda reinfecção, ao menos por um curto espaço de tempo. O imunologista da Universidade de Boston (EUA), John Connor, afirma que o prazo da imunidade ainda precisa ser estudado.

LEIA MAIS: Vacina para Covid-19 é testada na Alemanha

“A infecção natural pode levar ao desenvolvimento de anticorpos. Esperamos que eles durem bastante no corpo”, diz o Dr. Connor ao Boston Herald.  

Um estudo publicado na revista científica Cell Press demonstra evidências de que 14 pacientes que se recuperaram da Covid-19 na China tinham algum tipo de resposta neutralizadora contra uma segunda infecção. Após duas semanas, alguns pacientes ainda tinham níveis altos de anticorpos no sangue, sugerindo proteção. Outro estudo chinês que ainda não foi publicado encontrou resultados semelhantes.

“Estes estudos trazem boas evidências de que, após a infecção, o organismo pode criar uma resposta para neutralizar a Covid-19”, diz o Dr.Connor. “Parece que há um caminho para melhorar a resposta dos anticorpos, o que é bom”.

Ainda assim, o Dr.Connor se afirma que há muitas outras perguntas sobre a Covid-19 que precisam de respostas. Enquanto os estudos parecem provar o que muitos cientistas já suspeitavam sobre a neutralização de uma segunda infecção pelo novo coronavírus, ainda não há informações suficientes sobre quanto tempo ela pode durar. “Infelizmente, estamos fazendo as experiências com pessoas reais, em tempo real”, lamenta o Dr.Connor.


    Veja Também

      Mostrar mais