médico prepara vacina
shutterstock
Vacinação da gripe imuniza H1N1, H2N3 e Influenza B


O Ministério da Saúde afirmou nesta segunda-feira, 18, que apenas 37% da meta de vacinação contra a gripe atual foi cumprida. Dos 27 estados do país, apenas seis conseguiram atingir a meta da segunda fase.

Vale lembrar que a vacina contra a gripe pode ter papel importante no diagnóstico da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus . Como os sintomas de ambas são similares, os casos suspeitos podem ser descartados caso o paciente tenha tomado a vacina.

Os quatro estantes mais distantes de atingir a meta são Roraima (2,6%), Amazonas(5%), Mato Grosso (6,7%) e Rondônia (8,4%). Por outro lado, Alagoas, Goiás, Maranhão, Paraná, São Paulo e Sergipe conseguiram bater a meta estipulada. A pasta da Saúde não tem dados que correspondem ao Distrito Federal, Piauí e Rio Grande do Norte.

A vacina imuniza o H1N1 , H3N2 e Influenza B . O período de vacinação foi antecipado para que outros vírus não circulem junto da Covid-19. No entanto, os dados apontam que não foi fortemente aderida.

Apesar de a terceira fase ter sido iniciada no último dia 11, pessoas do primeiro e segundo grupo continuam podendo tomar a vacina em postos de saúde.

A primeira fase chegou a atingir a meta esperada em todos os estado, já que foi iniciada quando a pandemia passou a ganhar mais força no país. Nesta, idosos e profissionais da saúde foram vacinados.

A segunda fase corresponde a: profissionais de segurança pública e salvamento, pessoas com doença crônica, caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo, povos indígenas, profissionais do sistema prisional, presos e adolescentes cumprindo medidas socioeducativas.

A terceira fase de vacinação da gripe abrange crianças entre 6 meses e 6 anos, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, pessoas com deficiência, professores e pessoas entre 55 e 59 anos.

    Veja Também

      Mostrar mais