Funcionário tendo temperatura aferida
Mister Shadow / ASI / Agência O Globo
Funcionário tendo temperatura aferida

De frente ao avanço do novo coronavírus (Sars-coV-2) no interior dos Estados, o Instituto Estáter e a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) lançaram, nesta segunda-feira (13), o Projeto Alert(a). A campanha tem como objetivo estimular o uso de oxímetros no combate precoce à Covid-19

Baseada na constatação de que as chances de recuperação são maiores quando os doentes são tratados antes de evoluírem para quadros graves da Covid-19 , a campanha vê a necessidade de medir frequentemente, com oxímetros , a taxa de oxigênio no sangue. 

Apesar de não sentirem dificuldade para respirar, muitos infectados apresentam queda perigosa do nível de oxigenação. No jargão médico, a chamada hipóxia silenciosa pode tornar irreversível, e em pouco tempo, grave.

O Projeto Alert(ar) pretende conscientizar a população sobre o uso frequente do oxímetro em casos suspeitos e pretende disponibilizar milhares de aparelhos no país a pessoas treinadas que possam monitorar conjuntos populacionais.

Para ajudar, o projeto terá o apoio técnico da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC), que escalará 47,7 mil equipes médicas de atenção básica, e da Associação de Medicina Intensiva Brasileira (Amib). Além disso, marcas como Gol, Boticário e outras estão entre as apoiadoras da campanha. Com informações da Folha .

    Veja Também

      Mostrar mais