Argentina
Reprodução
País ultrapassou a marca neste domingo (12)

Neste domingo (12), segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde do país, a Argentina ultrapassou a marca de 100 mil  casos confirmados de Covid-19 e ocupa agora a 22ª posição no rankings dos mais atingidos pela doença.

Segundo informações da agência France Presse, o último boletim acrescentou 2.657 infecções ao total, que agora é de 100.153, além de 27 novas mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), elevando o número de óbitos a 1.845. O principal foco segue sendo a Região Metropolitana de Buenos Aires , que concentra 95% dos casos.

A região, que abrange a capital e outros 13 distritos, chegou a 115 dias sob as regras de isolamento social, que devem ser encerradas na próxima sexta-feira (17). Agora, a expectativa é pela definição de quais serão as flexibilizações adotadas pelo governo .

"A tomada de decisões (de confinamento) na Região Metropolitana continuará sendo consensual. Há ideias diferentes que podem ser expressas em um diálogo democrático", disse à imprensa Santiago Cafiero, chefe do gabinete e ministro coordenador do governo do presidente Alberto Fernández.

A Argentina tem, até o momento, taxa de 30 mortos por milhão de habitantes, enquanto a ocupação de leitos de UTI na região mais afetada pela Covid-19 é de 60%, segundo dados do Ministério da Saúde.

    Veja Também

      Mostrar mais