máscara
Shutterstock
Máscara é indispensável fora de casa, mesmo durante os exercícios

Com o movimento de  reabertura de parques e academias  em várias das grandes cidades do país, o retorno às atividades esportivas e exercícios ao ar livre se torna uma opção. Apesar disso, protocolos não podem ser dispensados: o uso de máscaras continua obrigatório e recomendado pelas entidades de medicina. É preciso ter alguns cuidados para não prejudicar o conforto ou segurança durante a prática. 

O primeiro alerta sobre o uso do equipamento de proteção individual está na necessidade de troca após um curto período, principalmente se a atividade influenciar na transpiração. De acorodo com as orientações do Ministério da Saúde , as máscaras de pano devem ser substituídas imediatamente caso estejam úmidas ou a cada duas horas de uso. 

Além disso, o conforto e ajuste ideal no rosto, sem sobras ou pressão em áreas do rosto, é ainda mais importante durante a atividade física. "As máscaras indicadas para a prática de exercícios devem permitir a ventilação adequada e ficar confortável. Antes de sair correndo para estrear sua máscara nova, faça um teste em casa. Verifique se está confortável. Se não estiver confortável em repouso, ela não é a máscara ideal para você praticar exercícios ”, orienta Renata Castro, cardiologista e especialista em medicina esportiva.

A profissional ainda destaca que existem modelos específicos para cada atividade ou ambiente, e é importante estar atento ao mais adequado para o momento. “Nos hospitais usamos máscaras N-95 (que dificultam muito a passagem do ar e têm vedação muito ajustada). Mas, ao fazer atividade física, o uso de máscara N-95 não é indicado", explica Renata.

E para os que se preocupam com um possível risco oferecido pelo equipamento, a cardiologista afirma que - desde que em perfeitas condições de uso e higiene - a máscara pode, inclusive, trazer benefícios além da proteção contra a Covid-19 : “Podem ser úteis na redução das crises de asma e broncoespasmo induzidos pelo exercício”, diz.

“Estamos no inverno e, dependendo da hora e do local em que você pratica exercício, o ar é bastante frio. A inalação do ar frio pode desencadear uma reação dos brônquios, dificultando a passagem do ar. Estudos conduzidos antes da pandemia revelaram que o uso de máscaras de tecido, uma echarpe ou cachecol na frente do nariz e da boca aquecem o ar inspirado e reduzem essas reações”, completa a profissional de saúde. 

    Veja Também

      Mostrar mais