Leito
Marcelo Casal/EBC
Taxa de ocupação dos leitos públicos segue alta em diversos estados do país

Assim como a maioria das regiões do país, os estados do Sul do Brasil seguem tendo dificuldades para frear a pandemia da Covid-19 . Prova disso é o aumento da taxa de ocupação dos leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS), que aproximam alguns hospitais do ponto de colapso.

Segundo informações divulgadas no boletim sobre o novo coronavírus (Sars-Cov-2) nesta última segunda-feira (20), o estado de Santa Catarina bateu recorde desde o início da pandemia: dos 1.376 leitos públicos de UTI, 1.042 estão ocupados, o que representa uma taxa de 75,7%.

Entre as regiões que mais preocupam as autoridades de Saúde , estão o sul do estado, que tem mais de 88% de taxa de ocupação, o Vale do Itajaí, que atinge quase 82%, e a zona da Grande Florianópolis, com 76,3%. De acordo com o boletim, Santa Catarina soma 54,4 mil casos confirmados e 694 mortes.

Já no Paraná , a preocupação fica por conta da capital Curitiba. Lá, a taxa de ocupação dos leitos se mantém igual ou maior do que 90% há alguns dias, o que coloca os hospitais, como Hospital das Clínicas (HC) e o Erasto Gaertner, perto do ponto de colapso. Em todo o estado, a ocupação fica em 67,5%.

Em entrevista para a RPC, a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, afirmou que a expectativa é de que os números comecem a baixar em Curitiba a partir do dia 04 de agosto. Porém, ressaltou a importância da ajuda da população para que haja a quebra da "cadeia de trasmissão".

Até o momento, o estado é o mais atingido pela doença na região. Segundo a divulgação de dados feita pelo Ministério da Saúde, o Paraná soma 55.909 infecções, cerca de mil a mais do que Santa Catarina e quase nove mil a mais do que o Rio Grande do Sul, além de 1.357 óbitos.

Por fim, o Rio Grande do Sul também divulgou informações sobre o número de pacientes que estão atualmente nos leitos de UTI dos hospitais do estado. A taxa atual é de 78%, sendo que 45% representam casos confirmados do novo coronavírus ou com suspeita de síndrome respiratória aguda grave.

Além deste, outro dado relevante do último boletim epidemiológico aponta que a Covid-19 já chegou a 445 dos 497 municípios gaúchos, o que representa 89,5% do total. Até o momento, o estado soma 47.449 casos confirmados e 1.285 mortes.

    Veja Também

      Mostrar mais