Tedros
Reprodução/Twitter
Segundo o diretor-geral da OMS, atual pandemia é a pior emergência de saúde já enfrentada

Nesta segunda-feira (27), um dia após o Brasil ultrapassar a marca de 87 mil mortes , o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, Tedros Adhanom, afirmou que a pandemia da Covid-19 é, de longe, a pior emergência global já enfrentada pela instituição.

Segundo a agência de notícias Reuters, Adhanom afirmou, durante coletiva virtual em Genebra, que apenas com a adesão de medidas de isolamento social, segurança e saúde, como o uso de máscaras e a proibição de aglomerações, será possível enfrentar o novo coronavírus  (Sars-Cov-2).

"Onde essas medidas são seguidas, os casos caem. Onde elas não são, os casos sobem", afirmou. A fala ocorreu no momento em que o diretor elogiava as ações tomadas por China, Alemanha e Coreia do Sul para conter seus surtos.

Até o momento, o mundo soma mais de 16 milhões de infectados desde o início da pandemia da Covid-19 , além de se aproximar das 649 mil mortes. Os EUA seguem sendo o país mais afetado, com 4,2 milhões de casos confirmados e quase 147 mil óbitos. Na sequência, aparecem Brasil , Reino Unido, México, Índia e Rússia.

    Veja Também

      Mostrar mais