Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia da Covid-19
Reprodução
Brasil é o segundo país mais afetado pela pandemia da Covid-19

Prestes a flexibilizar as medidas de isolamento, Porto Alegre, que hoje contabiliza 9.220 casos de Covid-19 , pode chegar ao patamar de 37 mil infectados. A previsão é do matemático Álvaro Krüger Ramos, professor do Departamento de Matemática Pura e Aplicada da Universidade Federal do RS (UFRGS).

Analisando dados de isolamento social e do avanço do novo coronavírus (Sars-coV-2) em diferentes momentos desde o início da pandemia , o pesquisador simulou quatro cenários para a Capital. No mais otimista, mantidas as atuais medidas de restrição e elevando-se a média de isolamento para o índice de abril (de 52,9%), a cidade chegaria a 14,2 mil casos em 1º de setembro e 17,9 mil em 1º de outubro.

No cenário mais pessimista, com o comércio e os serviços funcionando normalmente durante duas semanas e fechando na terceira, como sugeriu o prefeito Nelson Marchezan no início desta semana, Porto Alegre chegaria em setembro com 20,5 mil infecções e em outubro com 37 mil — um acréscimo de 300% sobre o atual número.

Esta projeção tomou como ponto de partida a média de isolamento dos porto-alegrenses em junho (46,3%) e cruzou com dados do período pré-pandemia, com as lojas funcionando normalmente. São nestes moldes que entidades que representam comércio, serviços e gastronomia têm pressionado a prefeitura a reabrir as atividades econômicas.

"As simulações mostram um cenário assustador para o contágio quando projetamos a queda do isolamento social aos mesmos níveis de quando o comércio esteve em funcionamento", declara Ramos. Com informações do site Gaúcha Zh .

    Veja Também

      Mostrar mais