Imagem Novo Coronavírus
NIAID
Imagem Novo Coronavírus

Uma proteína produzida pelo corpo durante a inflamação, a calprotectina , pode desempenhar um papel crucial em casos graves da Covid-19 e atacá-la pode ajudar a combater o agravamento do novo coronavírus (Sar-coV-2), diz um estudo. 

De acordo uma pesquisa publicado na revista Cell , há "uma taxa muito alta, entre 100 e 1.000 superior ao normal, desta proteína, a calprotectina , em pacientes com Covid-19  grave.

"Nossos resultados sugerem que a calprotectina pode ser responsável pelo agravamento da covid-19", disse o principal autor do estudo, o pesquisador de imunologia Aymeric Silvin.  

"O forte aumento de calprotectina no sangue pode intervir antes da tempestade de citocinas associada à inflamação em pacientes que desenvolvem uma forma grave", continuou Silvin.

Em tese, analisar esses dois fatores na entrada de um paciente no hospital pode ajudar a identificar o risco de adquirir formas mais severas da doença. "O diagnóstico precoce de uma forma grave de Covid-19 pode ser feito em um tubo de sangue", disse no comunicado Michaela Fontenay, chefe do Serviço de Hematologia Biológica do Hospital Cochin de Paris. Com informações do Uol .

    Veja Também

      Mostrar mais