Ministro interino da Saúde%2C general Eduardo Pazuello
Carolina Antunes/PR
Ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello

Adotando cautela em meio ao  anúncio do registro da vacina russa contra a Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), o Ministério da Saúde vai realizar nos próximos dias uma reunião com autoridades e desenvolverdores russos para ter mais detalhes sobre o imunizante.

De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo , a pasta considera que ainda não há provas de segurança e eficácia da vacina que justifiquem abrir negociações para a compra do produto com recursos do governo federal.

A avaliação de integrantes da alta cúpula do ministério é que representantes da embaixada da Rússia vão participa desse encontro. Na primeira conversa entre os dois países, os técnicos questionaram as características e estimativas de preço da vacina e sinalizaram interesse em manter diálogo para o desenvolvimento das drogas.

Na mesma data, o ministério recebeu representantes da farmacêutica chinesa Sinopharm, que tem uma vacina na terceira fase de testes de estudos, a última etapa antes de a droga poder ser registrada e distribuída para aplicação em massa. Presente nas reuniões, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) demonstrou interesse em apoiar a pesquisa clínica das empresas da Rússia e da China.

    Veja Também

      Mostrar mais