Inúmeros medicamentos estão sendo testados contra o novo coronavírus
Pixabay/Pexels
Inúmeros medicamentos estão sendo testados contra o novo coronavírus

Um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Médica Walter e Eliza Hall, na Austrália, indica que compostos de medicações que foram usadas durante a epidemia do sars, em 2002, podem funcionar também contra a Covid-19 .

Os compostos encontrados pelos cientistas conseguiram inibir o vírus da sars, uma outra linhagem do novo coronavírus (Sars-coV-2), e evitar que o causador da Covid crescesse em laboratório.

Nenhum medicamento específico foi identificado como bloqueador dessa proteína. Os estudiosos concluíram, ao analisar dados sobre medicamentos, que alguns compostos utilizados na epidemia do coronavírus de 2002 podem bloquear uma proteína chave dos coronavírus.

Chamada de PLpro, ela é essencial para que o vírus se multiplique em células humanas e para desabilitar as respostas antivirais do organismo.

“Drogas que conseguem inativar a PLpro podem ser úteis não só para a covid-19, mas podem também funcionar contra outras doenças relacionadas ao coronavírus conforme surgirem no futuro”, afirmou um dos autores na pesquisa.

A ideia dos cientistas agora é produzir um remédio com os compostos encontrados a fim de ajudar a reduzir os efeitos da pandemia atual, que já deixou mais de 24,2 milhões de pessoas infectadas e 826.591 mortes no mundo todo. Esta matéria contém informações da revista Exame .

    Veja Também

      Mostrar mais