Reabertura acelerada da economia pode explicar o aumento no número de casos entre os mais jovens
Roberto Moreyra / Agência O Globo
Reabertura acelerada da economia pode explicar o aumento no número de casos entre os mais jovens

Um estudo publicado pela revista médica Jama , nesta sexta-feira (28), aponta que jovens infectados pela Covid-19 podem espalhar o vírus por semanas, mesmo após os sintomas desaparecerem ou sem nunca os desenvolverem.

Os pesquisadores observaram 91 jovens contaminados pelo novo coronavírus (Sars-coV-2), de 18 de fevereiro a 31 de março em 22 hospitais na Coreia do Sul, um dos primeiros países atingidos pela pandemia .

Cerca de 22% dos jovens, que tinham menos de 19 anos, eram assintomáticas, o que significa que nunca desenvolveram sintomas. Os demais participantes apresentaram sintomas detectados antes ou logo após o diagnóstico.

A duração dos sintomas variou, com alguns adolescentees apresentando sintomas por apenas três dias, enquanto outros tiveram sintomas por quase três semanas, de acordo com o estudo.

No geral, os pesquisadores alegaram que o vírus foi detectado por cerca duas semanas e meia no trato respiratório dos jovens devido a alta carga viral dos mesmos.

“Estes dados são impressionantes”, disseram as doutoras Roberta DeBiasi e Meghan Delane, do Hospital Nacional de Crianças e Instituto de Pesquisa, responsáveis pelo levantamento.

    Veja Também

      Mostrar mais