vacina
Pixabay
Vacina desenvolvida pela Rússia está na fase 3

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), confirmou nesta sexta-feira (11) a assinatura de um acordo que levará 50 mil doses da vacina contra a Sputnik V , desenvolvida pela Rùssia, ao estado. Atualmente, a vacina está na fase 3 de teses, sendo uma das mais adiantadas do mundo.

Ainda não há detalhes sobre valores estabelecidos no acordo ou datas específicas. De acordo com o governador , a vacina poderá ser fornecida ao Brasil quando for considerada segura e aprovada pelos órgãos de saúde.

"Bahia assinou um acordo de cooperação com o fundo soberano da Rússia, o RDIF, para o fornecimento de 50 milhões de doses da vacina Sputnik V, a primeira contra coronavírus registrada em todo o mundo. Vamos poder fornecer a vacina para todo Brasil quando ela for aprovada pelos órgãos responsáveis", escreveu Rui Costa no Twitter.

Envolta em polêmicas que alegam falta de transparência nas pesquisas, a vacina russa é desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Gamaleya, e já fechou outro acordo no Brasil: para distruibuir e testar o medicamento no Paraná.

    Veja Também

      Mostrar mais