Coronavac
Fotoarena / Agência O Globo
Vacina Coronavac, desenvolvida pela China em parceria com o Instituto Butantan

O secretário estadual da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que a expectativa é de que o estado receba 100 milhões de doses da vacina Coronavac, contra a Covid-19, até maio de 2021. A informação foi dada em entrevista à CNN Brasil.

A vacina, ainda em fase de testes pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, é uma das mais avançadas candidas a imunizante contra a nova doença.  As primeiras 5 milhões de doses devem chegar ao estado no mês que vem.

Caso a eficácia e segurança da vacina sejam comprovadas, a expectativa é de que as doses aumentem gradativamente até 100 milhões, que devem ser distribuídas também para outros estados brasileiros.

Gorinchteyn ainda destacou que a vacinação deve ser feita em duas fases, então 100 milhões de doses serão aplicadas em 50 milhões de pessoas. "Nós teremos até o primeiro trimestre mais 15 milhões, compondo 61 milhões, e até maio nós teremos um total de 100 milhões de doses", disse.

    Veja Também

      Mostrar mais