Manaus
Mário Oliveira/SECOM
Fluxo de pessoas no centro de Manaus

Apesar da possibilidade de desenvolvimento de uma imunidade de rebanho em Manaus , ontre 2/3 da população ja foi infectada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), especialistas e profissionais de saúde destacam que o fenômeno pode ser passageiro e não deve reforçar uma falsa sensação de segurança.

De acordo com os pesquisadores, foram avaliadas 6.316 amostras entre os dias 7 de fevereiro e 19 de agosto. Entre fevereiro e março, menos de 1% apresentava anticorpos. Já as amostras avaliadas em agosto mostraram que entre 44% e 66% das pessoas haviam produzido anticorpos contra o vírus .

Em entrevista ao Estadão, o médico da Clínica de Epidemiologia do Hospital Universitário da USP, Marcio Sommer Bittencourt, afirmou que a imunidade - caso comprovada - ainda pode ser temporária considerando, principalmente, a possibilidade de reinfecção pelo vírus.

Ainda de acordo com o médico, também não há um consenso sobre a cobertura ideal de imunidade que a caracteriza coletiva. Já o médico Renato Kfouri, da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), também em entrevista ao Estadão, destacou que a imunidade é "uma das maiores lacunas de conhecimento sobre a Covid".

    Veja Também

      Mostrar mais