testagem
Pixabay/Alexandra Koch
São Paulo inicia testes em alunos e professores

A prefeitura de São Paulo iniciou a testagem de professores, estudantes e servidores da Rede Municipal de Ensino - fechada desde março - com o objetivo de identificar a infectados pela Covid-19 antes do retorno às aulas presenciais. De acordo com o balanço parcial, foram convocadas 9.187 pessoas para testagem em 88 unidades da rede municipal de ensino da capital paulista.

Serão testados, nesta fase, alunos do 3º e 9º do Ensino Fundamental, todas as séries do Ensino Médio, educadores (com idade abaixo de 60 anos) e servidores da rede municipal de ensino. Os testados estão sendo previamente convocados pelas escolas por e-mail, WhatsApp e contato telefônico. As unidades foram orientadas a organizarem a coleta de material para exame das 8h às 12h e 13h às 17h.

Segundo a prefeitura, a primeira fase da testagem, que vai até 15 de outubro, colherá material sorológico de mais de 192 mil pessoas. Ao todo, o censo deve testar 777 mil pessoas em três fases. O investimento para a iniciativa foi de R$ 50 milhões na ação e São Paulo é a primeira cidade do mundo a realizar exames em massa para retorno das aulas presenciais.

As pessoas convocadas para testagem neste primeiro dia do censo que não compareceram às escolas serão remanejadas para testagem em outras datas. As coletas são feitas por equipes das Unidades Básicas de Saúde, para onde as amostras serão encaminhadas após coleta.

    Veja Também

      Mostrar mais