Vacina
Fundo de Investimento Direto da Rússia
vacina desenvolvida na Rússia poderá ser produzida no Brasil

O CEO Kirill Dmitriev, do fundo que financia os estudos clínicos da Sputnik V candidata a vacina contra Covid-19, afirmou que a Rússia já começou a fazer o processo de transferência de tecnologia para o Brasil e crê no início da produção ainda em dezembro.

Em anúncios anteriores, o instituto Gamaleya, responsável pelo desenvolvimento da vacina, também já afirmou que os resultados da fase mais avançada do imunizante devem sair ainda este mês. A Sputnik deverá ser produzida em larga escala no Brasil, Índia, China e Coreia do Sul. No Brasil, a vacina será produzida pela farmacêutica União Química.

De acordo com o Instituto desenvolvedor, a vacina garante imunidade de até dois anos contra o novo coronavírus. Os testes, porém, ainda não foram encerrados em qualquer parte do mundo e uma possível vacinação em massa depende da autorização de cada país.

    Veja Também

      Mostrar mais