vacina
Renato Mota
Covid-19: Hungria é o 1º país da União Europeia a comprar a vacina Sputnik V

A Hungria assinou, nesta sexta-feira (22), um acordo para comprar a vacina Sputnik V, da Rússia, contra a Covid-19. O país é o primeiro da União Europeia a adquirir as doses do imunizante. Nesta quinta-feira (21), o órgão regulador húngaro deu aprovação inicial às vacinas de Oxford/AstraZeneca e Sputnik V.

O regulador de medicamentos da União Europeia, no entanto, não aprovou o uso emergencial de nenhuma das duas. Porém, a Hungria resolveu adquirir as doses mesmo assim.

"Estou muito feliz em anunciar que assinamos um acordo hoje em que a Hungria pode comprar uma grande quantidade da vacina da Rússia ", disse o ministro das Relações Exteriores húngaro, Peter Szijjarto.

Aprovação de vacinas pela União Europeia 

A Agência Europeia de Medicamentos deve decidir sobre a vacina desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford na próxima sexta (29). A Rússia também pediu na quarta-feira (20) o registro da vacina Sputnik V na União Europeia.

Segundo a Rússia, a Sputnik V é 92% eficaz na proteção contra a Covid-19. O conjunto de dados completo dos testes ainda não foi divulgado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários