Registro do Hospital Getúlio Vargas, em Manaus
Bruno Kelly / Reuters
Registro do Hospital Getúlio Vargas, em Manaus

Na noite de quinta-feira (21), governadores entraram em um consenso e irão liberar cerca de 5% das próximas doses da CoronaVac e também da primeira leva da vacina AstraZeneca para o Amazonas . As informações foram apuradas pelo blog do jornalista Lauro Jardim, do O Globo. 

O primeiro carregamento da vacina  CoronaVac , foi distribuída de acordo com a população dos estados, com isso, tal doação já iria garantir para o estado do Amazonas um aumento no estoque em relação ao primeiro carregamento. A região recebeu em torno de 282 mil doses, o que corresponde a 4,7% das 6 milhões de doses que chegaram no Brasil. 

Se seguir conforme o planejado, o estado pode receber cerca de 300 mil doses nos próximos dias com a chegada do novo carregamento da vacina. Nessa leva de imunizantes contem doses da AstraZeneca (2 milhões) e da CoronaVac (4 milhões), que depende da liberação do Instituto Butantan até esta sexta (22). 

Portanto em um momento complicado para a saúde do Amazonas, a região receberia em torno de 18 mil doses a mais. O restante seria divido para os outros estados do país, de acordo com sua população. 

Wellington Dias (Piauí), coordenador da Temática de Vacina no Fórum Nacional de Governadores , foi o responsável de levar o plano adiante e a ideia foi bem recebida e acatada pelos demais. Dias diz que se trata de uma questão humanitária perante a situação que vive o Amazonas

O governador Wilson Lima (Amazonas), se diz grato pela atitude e declara que situação crítica pode se estender para outros estados. Durante a seção, o governador Helder Barbalho, apoiador da medida, também pediu apelo para o que Pará também possa receber uma maior quantidade de doses, já que na divisa do estado com o Amazonas, o vírus vem apresentando altos números

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários