Covid-19: Ministério da Saúde pede para que estados não adiem 2ª dose de vacina
Rovena Rosa/Agência Brasil
Covid-19: Ministério da Saúde pede para que estados não adiem 2ª dose de vacina

O Ministério da Saúde informou que os estados devem se programar para que a vacinação contra a Covid-19 do primeiro grupo prioritário da Campanha Nacional de Imunização seja feita com a aplicação de duas doses do imunizante. As informações foram publicadas pela jornalista Larissa Arantes, da BandNews FM.

Em nota, a pasta disse que as diretrizes foram definidas com base nos estudos clínicos da fase 3 das vacinas, que indicam que o intervalo entre a primeira e a segunda dose deve ter entre 14 e 28 dias.

Segundo o ministério, a preocupação no cumprimento correto entre o intervalo da primeira e segunda dose é necessário porque não existe nenhuma evidência que um intervalo maior que o recomendado possa ser benéfico.

Você viu?

A recomendação foi dada depois que o governo do estado de São Paulo solicitou adiamento para a aplicação da segunda dose no estado.

Nesta quinta-feira (27), a prefeitura de SP já havia liberado a aplicação de todas as doses disponíveis da vacina contra a Covid-19.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários