Covid-19: estudo aponta que grávidas passam anticorpos para bebês; veja
Reprodução: BBC News Brasil
Covid-19: estudo aponta que grávidas passam anticorpos para bebês; veja

Mulheres que tiveram Covid-19 durante a gravidez passaram os anticorpos adquiridos para os fetos, fazendo com que os bebês nascecem já com a imunidade contra a doença. A descoberta é de um estudo norte-americano publicado na última sexta-feira (29) pela revista Jama Pedriatrics.

O trabalho observou que, de 83 grávidas que tinham testado positivo para Covid-19 e tinham os anticorpos em seu sistema de defesa, 72 conseguiram transmiti-los, via placenta, para os bebês.

Ao todo foram feitos testes de sorologia para a detecção de anticorpos em 1.471 grávidas que passaram pelo hospital onde o estudo foi realizado entre 9 de abril e 8 de agosto do ano passado, com idade média de 32 anos.

O estudo foi focado no tipo de anticorpo que o organismo produz mais ao fim da infecção da Covid-19, que normalmente fica no corpo como uma maneira de defendê-lo no futuro caso o vírus queira se instalar novamente. O nome deste tipo de anticorpo é  IgG.

Dos 11 bebês que não receberam anticorpos, cinco deles eram de mães em que foram detectados apenas o IgM (que aparece alguns dias após a contaminação, quando já houve replicação viral considerável e o organismo começa a se defender) e seis nasceram de mães com concentrações de IgG bem mais baixas do que as de outras mães cujos filhos apresentaram anticorpos.

    Leia tudo sobre: gravidez

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários