Reino Unido autoriza desafio humano em estudo sobre coronavírusnido em algumas semanas
Roseli Andrion
Reino Unido autoriza desafio humano em estudo sobre coronavírusnido em algumas semanas

O Reino Unido iniciará nas próximas semanas uma pesquisa sobre o novo coronavírus . A diferença, porém, está na metodologia utilizada: um desafio humano.

O objetido do estudo é identificar a quantidade mínima necessária de vírus para que haja uma infecção . Para isso, foram selecionados 90 voluntários , com boas condições de saúde e idade entre 18 e 30 anos, que entrarão em contato com o vírus da Covid-19.

Os envolvidos passarão por uma bateria de exames e serão internados no hospital britânico Royal Free, localizado em Londres , onde permanecerão em quarentena durante catorze dias. Após 48 horas, a variante do coronavírus que circulou no Reino Unido no meio do ano passado será introduzida dentro do nariz dos voluntários. Esta cepa foi manipulada em laboratório e não serão utilizadas as novas variantes que estão em circulação atualmente. Os pacientes serão monitorados 24 horas por dia durante duas semanas e farão exames de sangue diariamente. Também serão feitos testes de olfato e cognição .

A cientista-chefe do estudo britânico, Chris Chiu, relatou que os participantes passarão por acompanhamento durante um ano completo a fim de avaliar os sintomas de longa duração. Peter Openshaw, docente de medicina experimental na Imperial College London, explicou que os chamados " desafios humanos " são uma espécie de estudos clínicos e que nada está acima da segurança dos voluntários.


É estimado que os voluntários que ousarem participar do estudo clínico, ao final, recebam um total de £ 4.500 , o equivalente a R$34 mil , para participarem do desafio. É importante ressaltar que receber uma remuneração para se voluntariar em um ensaios clínicos no Brasil não é permitido.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários