Pacientes também terão apoio psicológico
shutterstock
Pacientes também terão apoio psicológico


O Senado aprovou, durante uma votação simbólica nesta terça-feira (16), o projeto de lei que assegura à pacientes que realizaram cirurgia plástica reconstrutiva depois de sofrerem mutilação por conta do tratamento de câncer de mama , o direito à substituição do implante mamário , toda vez que houver complicações ou efeitos adversos. 

A garantia é para usuárias de planos de saúde e também do Sistema Único de Saúde ( SUS ). O projeto, aprovado na forma de substitutivo do relator da matéria no Senado, Flávio Arns (Podemos-PR), garante ainda acompanhamento psicológico para pacientes que sofreram mutilação total ou parcial de mama devido à utilização de técnica para tratar a doença. O texto vai voltar à Câmara e os deputados vão analisar as alterações.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários