Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga
Reprodução
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, se reuniu com a Pfizer nesta segunda-feira (29) para alinhar detalhes sobre o cronograma de entrega de doses ao país. O contrato do Governo Federal prevê 100 milhões de doses para 2021 , mas a pasta busca antecipar pelo menos 50 milhões de doses "o quanto antes".

“Precisamos ampliar a nossa capacidade vacinal agora. Convido vocês para fazermos esforços conjuntos para garantir essas vacinas o quanto antes”, disse Queiroga.

Na reunião, a presidente da Pfizer Brasil afirmou que a previsão é de que o primeiro lote de vacinas covid-19 da farmacêutica chegue ao país entre abril e maio - as entregas serão feitas de forma escalonada e semanalmente, ainda de acordo com Marta Díez.

O cronograma previsto em contrato prevê 13,5 milhões de doses da vacina da Pfizer no segundo trimestre e outros 86,5 milhões de doses para o terceiro trimestre. Além da entrega das vacinas, Queiroga também alinhou com a farmacêutica questões de logística e distribuição dos imunizantes para todo o Brasil, de forma proporcional e igualitária.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários