Após 4 meses, só 39% dos idosos tomaram duas doses da vacina da Covid no Brasil
Agência Brasil
Após 4 meses, só 39% dos idosos tomaram duas doses da vacina da Covid no Brasil

Depois quatro meses do início da vacinação contra a Covid-19 no Brasil, apenas 39% dos idosos, com mais de 60 anos, foram vacinados com as duas doses. Os números foram apurados pelo portal G1 a partir da base de dados do OpendataSUS, sistema do Ministério da Saúde.

Os números mostram também que, das pouco mais de 78 milhões de pessoas que tomaram alguma vacina, 45% receberam a 1ª dose e apenas 20% podem ser consideradas imunizadas, pois receberam também a 2ª dose.

Segundo levantamento do Laboratório de Estatística e Ciência de Dados da Universidade Federal de Alagoas, a vacinação dos adultos com mais 20 anos será concluída apenas no início de 2023 se for mantido o ritmo atual.

Ainda segundo o levantamento, pelo menos 6,3 milhões de pessoas estão com a 2ª dose da vacina em atraso.

Você viu?

3ª onda

Segundo um boletim extraordinário do Observatório da Covid-19 da Fiocruz, a falta de efetividade em vacinar a população pode gerar a 3ª onda da pandemia, com uma nova alta de casos no país.

"A observada manutenção de um alto patamar, apesar da ligeira redução nos indicadores de criticidade da pandemia, exige que sejam mantidos todos os cuidados, pois uma terceira onda agora, com taxas ainda tão elevadas, pode representar uma crise sanitária ainda mais grave", afirma o documento.

O Instituto de Métricas e Avaliação de Saúde (IHME), da Universidade de Washington, também acredita que é provável uma terceira onda no Brasil.

"O IHME está projetando um aumento (da transmissão) no inverno no Brasil devido à sazonalidade e à baixa distribuição de vacinas", afirma o professor Ali Mokdad, um dos líderes do projeto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários