Fungo negro: Uruguai tem caso de mucormicose confirmado em paciente com covid
Reprodução: BBC News Brasil
Fungo negro: Uruguai tem caso de mucormicose confirmado em paciente com covid

O primeiro caso de infecção por mucormicose, conhecido como 'fungo negro', em um paciente que teve a Covid-19 foi registrado em Pernambuco. A informação foi divulgada, neste domingo (6), pela Secretaria Estadual de Saúde do estado.

Segundo a secretaria, a mulher de 59 anos está internada, desde a última sexta-feira (4), na enfermaria do Hospital Universitário Oswaldo Cruz, na área Central do Recife. Segundo boletim, o quadro clínico da paciente é considerado estável e ela está consciente.

A mulher é portadora de diabetes, hipertensão e asma, além de possuir obesidade. A infecção por mucormicose foi confirmada por meio de um exame histopatológico. Em nota, a secretaria informou que "o Ministério da Saúde foi notificado sobre o caso e investiga a possível associação com o novo coronavírus".

A mulher teve diagnóstico confirmado de Covid-19 em março, além de ter desenvolvido, em seguida, uma pneumonia bacteriana. "A paciente já está curada da Covid-19, mas no tratamento, apesar de não ter sido hospitalizada, fez uso de antibiótico e corticoides", diz trecho da nota.

A doença, que é causado por fungos, é conhecida há mais de um século e pode acometer os pulmões e mutilar os seios da face. Nas últimas semanas, um surto de mucormicose entre pacientes de Covid-19 na Índia tem chamado a atenção do mundo e também tem se espalhado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários